A Terapia pela Voz dos Pacientes: Testemunho do EMDR 4

A Terapia pela Voz dos Pacientes: Testemunho do EMDR 4

 

O QUE É PARA SI O EMDR?

Ao princípio confesso que não percebi muito bem como a técnica EMDR me poderia ajudar. Achar que a concentração num episódio marcante da minha vida, juntamente com pequenas e ritmadas batidas nos meus joelhos iriam provocar algum efeito concreto na forma como me sentia, era um pouco demais. O facto é que desta combinação, juntamente com a orientação da psicóloga que, pontualmente, parava para fazer o ponto da situação dos meus pensamentos e emoções, resultou um percurso pelo passado e presente das minhas emoções e sentimentos.

É uma técnica que permite uma tomada de consciência e um confronto lúcido com o que nos perturba. Sem ser invasiva ou causar qualquer tipo de incómodo físico, obriga a que olhemos para dentro de nós e da nossa vida duma forma tão nítida que a alteração de comportamento, embora lenta e por vezes desconfortável, é inevitável.

QUE EFEITOS SENTIU DURANTE A APLICAÇÃO DO EMDR?

Fisicamente a aplicação da técnica traz tranquilidade. É um momento de relaxamento em que o nosso pensamento percorre momentos e situações que fazem parte da nossa vida. Emocionalmente, senti uma torrente de sentimentos e emoções que acabaram quase sempre por ser exteriorizados pelo choro. O que não foi mau, antes pelo contrário. Quando o choro finalmente parou, com ele pararam de me afetar de forma tão intensa como afetavam situações, pessoas e comportamentos. Percebi que estaria melhor quando deixei de chorar durante a aplicação da técnica de EMDR. Há, portanto, um certo reflexo físico da técnica que se manifesta de forma negativa sempre que somos confrontados com o nosso problema e de forma positiva e apaziguante quando ultrapassamos o problema. Apesar de algumas sessões terem sido emocionalmente muito exigentes, a parte final era sempre de reposição de calma da harmonia possível. O facto de ser uma técnica em que se está consciente durante toda a sua aplicação faz com que o momento de reflexão pessoal se mantenha para além da sessão e se fique melhor preparado para lidar com as situações problemáticas.

QUE RESULTADOS OBTEVE COM O EMDR?

Os resultados foram muito positivos uma vez que consegui perceber o que me perturbava e como me perturbava. Percebi as implicações que o meu problema tinha no meu dia a dia. Apesar de ser um processo de melhoria, o que obriga a uma auto supervisão de sentimentos e comportamentos, o que obtive de mais importante foi a consciência lúcida do meu problema. Agora sei quais são os “gatilhos” mais perigosos, sei como me proteger de situações emocionalmente mais exigentes e sei como repor a estabilidade quando confrontada com momentos de crise. Ser um método que não recorre a medicamentos é muito positivo, para além disso, a sensação de que a cura depende em grande parte de nós é fundamental para o aumento dos níveis de motivação e de confiança.

Sofia